sexta-feira, 9 de abril de 2010

DESCULPAS (POEMA FRASAL)

Não importa quantas alegações
Você possa apresentar para não fazer
O que Deus o manda.
Todas elas irão esbarrar no fato
De que Deus faz muito por meio do pouco.
Por isso o salmista exclamou:
__ Que é o homem, que dele te lembres?
E o filho do homem, que o visites?
De glória e de honra o coroaste
E sob seus pés tudo lhe puseste.


Autoria: Luiz Flor dos Santos, pastor na cidade de São Gonçalo do Amarante, Ceará na Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida.


CONHEÇA OS BLOGS DO PASTOR LUIZ FLOR:
www.pulpito.blog.terra.com.br
www.poesiadegraca.blogspot.com

3 comentários:

deborah disse...

ola... passei e li com muita atencao a sua postagem e gostaria de perguntar se poderia usar - Desculpa (poema frasal)- pra citar em meu proprio blog fazendo referencia de onde tirei...

*^^*

Anônimo disse...

ola... passei e li com muita atencao a sua postagem e gostaria de perguntar se poderia usar - Desculpa (poema frasal)- pra citar em meu proprio blog fazendo referencia de onde tirei...

*^^*
contandosemcontar.blogspot.com

Marcilio disse...

sevaleu pastor...
voce é um homem muito inteligente...
é bom encontrar um poeta desse porte.
que Deus continue te iluminando

padre marcilio