segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Salmo 42 (em versão trágica)

Sentimos falta da máquina fotográfica digital. Com ela congelamos os momentos felizes com que tanto deleitamos nossas almas.
Sentimos falta do computador para acessar o Orkut, o blog com recadinhos que afagam nossas almas.
Sentimos falta do carro que nos dá a sensação de liberdade e poder.
Sentimos falta da roda de amigos com conversas animadas.
Sentimos falta da comida gostosa do restaurante e da sobremesa que comemos com os olhos.
Sentimos falta do passeio no shopping onde enchemos nossas almas do desejo de ter.
Sentimos falta do cartão de crédito para nos sentirmos poderosos e afugentar o tédio da alma.
Sentimos falta da TV mesmo que seus programas sejam chatos e repetitivos.
Sentimos falta de um dia de praia ou à beira da piscina debaixo do sol dourado para dourarmos a pele.
Sentimos falta de viajar livres e com dinheiro no bolso pra gastar em um passeio turístico-cultural para alimentar a fome da alma.

Por que estamos tão tristes?
Por que estamos tão aflitos?

Sentimos falta do luxo.
Sentimos falta do dinheiro que não temos.
Sentimos falta de um dia de descanso.
Sentimos falta dos dias de festas.
Sentimos falta do amado celular.

Por que estamos tão tristes?
Por que estamos tão aflitos?


Sentimos falta dos dias de férias.
Sentimos falta de fazer nada.
Sentimos falta do trabalho que nos dá dinheiro e status.
Sentimos falta dos elogios dos amigos.
Sentimos falta da boa roupa.
Sentimos falta da sandália plataforma, do tênis, do filme e da pipoca e da novela.

Por que estamos tão tristes?
Por que estamos tão aflitos?

Porque como corça sedenta das águas não desejamos mais Deus.
Porque não desejamos que chegue o dia de vir à sua casa adorá-lo.
Porque não anelamos ir à casa de Deus com gritos de alegria e louvor.
Porque não esperamos mais em Deus.
Porque não temos lembranças de dias a sós com Deus.

Por isso estamos tão tristes.
Por isso estamos tão aflitos.

Porque não esperamos mais em Deus para termos dias para louvá-lo.

Por isso estamos tão tristes.
Por isso estamos tão aflitos.

Porque não entendemos que nossas almas são saciadas por Deus

Que estamos tão tristes.
Que estamos tão aflitos.


CONHEÇA OS BLOGS DO PASTOR LUIZ FLOR:
www.pulpito.blog.terra.com.br
www.poesiadegraca.blogspot.com

2 comentários:

Stela disse...

amei, lindo

Deus abençoe voçê

Maurício disse...

Sim meu Pastor Luis flor como sentimos falat de tudo e do primordial deixamos de lado e é Ele que tudo nos supri e completa.
Parabéns pela sua visão !